Quinha

Poesia

Textos

                                        ESTAR COM VOCÊ
 
A força do naufrágio no sentir fez rendas em nosso caminho, abriu atalhos nas epidermes dos desejos, os sentimentos sapatearam nas almas sem causarem dores. Vivemos apurados em comunhões, passeando em antigos largos dos tempos infantes. Os beijos pingavam orvalhados nas bocas e teu olhos são dois sois brilhantes que revelavam abrigos cujos banhos de luares abrigavam deuses.
Não me fiz esperar em saber se era ventura, abracei a dádiva, declamei o maior poema debruçado na ternura, deixei levar um pedaço de mim, mesmo por não saber do sabido se tu me amavas, e os teus desenhos de face e jeito de corpo, foram arquitetados na calçada das primeiras horas de minha aurora. O teu cheiro passeado na nuca é inigualável e nunca mais senti o aroma quente e ativo dessa flor.
O doce amor de mãos amada, na rua humilde que outrora pousou com vozes veladas e confissões de medo fez clarão na minha estrada. E hoje abraço saudades da minha voz incansável de lhe dizer te amo. Confesso sem ensaio de palavras disfarçadas em metáforas, que a via da minha vontade, é estar com você.
QUINHASSILVA
Enviado por QUINHASSILVA em 14/03/2021
Alterado em 02/04/2021


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras