Quinha

Poesia

Textos


                                           

DUALIDADE

 
A saudade é tanta
Talvez, falte pouco...
 Mas esse pouco é eternidade
 Brevidade no amor
Às vezes, deslaça.

A escolha foi feita
Sua silhueta é meu abrigo

Onde as diferenças são sepultadas
  Aproxima-te...
Com confissões amorosas

Que se une a fio,harmonia,
 Com tento-de-carolina

Num colar encarnado
O dual de 
 Amar e sermos amado

Basta um sopro preciso
 E nós dois
No jardim do Éden
 



 

 
QUINHASSILVA
Enviado por QUINHASSILVA em 16/12/2019
Alterado em 23/12/2019


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras