Quinha

Poesia

Textos


                                           

DUALIDADE

 
A saudade é tanta
Talvez, falte pouco...
 Mas esse pouco é eternidade
 Brevidade no amor
Às vezes, deslaça.

A escolha foi feita
Sua silhueta é meu abrigo

Onde as diferenças são sepultadas
  Aproxima-te...
Com confissões amorosas

Que se une a fio,harmonia,
 Com tento-de-carolina

Num colar encarnado
O dual de 
 Amar e sermos amado

Basta um sopro preciso
 E nós dois
No jardim do Éden
 



 

 
QUINHASSILVA
Enviado por QUINHASSILVA em 16/12/2019
Alterado em 23/12/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras