Quinha

Poesia

Textos


  ASSOALHO DO PALCO
 
 
Amargo é a palavra que se chama adeus
Soturno é uma bailarina que dança,
De peito ralado, por um grande amor  
Amargo é não ter sabedoria
Para cortejar um coração.

Mas se o tal visse bailando 
Seus trejeitos pediria:
 Volta!
Consola esse coração
Que só por ti palpita

   Mas de súbito!

Atina-se para o palco
  Oh!  
Um
 cisne no lago 
 Alvacentas plumas
  Imensa saudade
Desconsolado, estremecido
 Ferido...

 
  
QUINHASSILVA
Enviado por QUINHASSILVA em 29/03/2015
Alterado em 06/07/2019


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras