Quinha

Poesia

Textos


* A ESCOLHA*

Mal o sol brilha o dia
Lá estou na avenida
Sopra o vento…Pula a vida
Este é dia a dia.

Os carros se locomovem
Relembram as sete cores do arco íris
Estrépitos soltos de revolta
Lesam os ouvidos

A mente sempre concentrada
Nos ônus do dia
O salário curto separado no bolso
Escondidos dos olhos oportunistas

Nem vejo o céu, nem aprecio a lua
As estrelas as enxergo durante o dia
Sem luz, com corações
Bem ou mal queres.

É o mundo do corre-corre
Mundo consumista
Com ausência nas almas, a poesia
QUINHASSILVA
Enviado por QUINHASSILVA em 01/02/2013
Alterado em 26/07/2019


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras