Quinha

Poesia

Textos


                  A VERACIDADE DE UM GÊNIO
 
No século XX. Um professor da Universidade de Berlim utilizava a filosofia de Jean-Paul Sartre (Francês), com intuito de questionar seus alunos. Esse filósofo mencionava que os intelectuais têm de desempenhar um papel ativo no bem estar da sociedade. Porque na sua filosófia, ele acreditava  que o próprio ser humano criou, Deus.

Naquela circunstância (durante a aula). O professor proferiu a seguinte pergunta: Deus criou tudo o que existe no mundo? Quase todos os alunos responderam de imediato, sim.
 
Então, indagou o professor: - Se Deus criou tudo. Deus fez o mal. Porque o mal existe. E partindo do preceito de que nossas obras são um reflexo de nós mesmos. Então Deus é mau, afirmou o professor. Sua afirmação deixou em xeque a fé de todos seus alunos, na benevolência em Deus.

Um silêncio, por um instante, fez-se presente, naquela turma. Entretanto, um dos alunos ficou de pé e perguntou. - Professor, o frio existe? Respondeu o professor - é lógico que existe, por acaso, você nunca sentiu frio! Respondeu o aluno, - segundo as leis da Física, o frio é ausência do calor, nós que criamos essa definição para descrever como nos sentimos quando há falta de calor.
 
Continuou o aluno. - Professor, a escuridão existe? O professor respondeu - existe! O estudante retrucou, - outro erro, senhor! A escuridão também não existe. A escuridão na realidade é a ausência de luz. A luz pode ser estudada. Mas a escuridão, não! Até existe o prisma para decompor a luz branca nas várias cores. Continuou o aluno - a escuridão é uma definição que o homem desenvolveu para descrever o que acontece quando não há luz presente.
 
Finalmente, o aluno fez a última pergunta ao professor. - Senhor, o mal existe? Certo de que para esta questão, o aluno não teria explicação, o professor respondeu. - Claro que sim! É Lógico que existe. Como disse desde o começo, vemos estupros, crimes e violência no mundo todo, essas coisas são do mal!

 O estudante retrucou. - O mal não existe senhor, pelo menos, não existe por si próprio. - O mal é simplesmente a ausência do bem, é o mesmo dos casos anteriores citado acima. - O mal é uma definição que o homem criou para descrever a ausência de Deus - Deus não criou o mal. - O mal é o resultado da humanidade não ter Deus presente em suas almas. - É como acontece com o frio quando não há calor ou na escuridão quando não há luz.
De imediato, o professor, pediu uma salva de palmas para o aluno e perguntou. Qual era seu nome? Ele respondeu. - Albert Einstein.

 
 
QUINHASSILVA
Enviado por QUINHASSILVA em 02/08/2019
Alterado em 03/08/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras