Quinha

Poesia

Textos


                                                    RELATIVO DESTINO
 
Foi fático,amor,do mundo irônico que sombria
As razões morais e éticas pesaram, ao não liberto
De amar e ser amado a quem a chama se inflama
Impedindo o voo estrelar dum viver apaixonado
 
Maldigo o destino que mal traçado,desventura
Amor lindo, uno, formidável e magnífico
Que amargou o coração lanhado,em lamúria
Mesmo sabendo que este amor é glória e devotado
 
O que fazer amor com malogrado destino
Destino que priva o amor no doce encanto
Encanto ao sabor dos ventos das camélias

Suavizando aperto de almas reprimidas,
De alcançar o cimo do amor sublime,
Com frêmitos,ternos olhares e sorrisos largos?
 
 
QUINHASSILVA
Enviado por QUINHASSILVA em 21/08/2016
Alterado em 28/02/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras