Quinha

Poesia

Textos


  ASSOALHO DO PALCO
 
 
Amargo é a palavra que se chama adeus
Soturno é uma bailarina que dança,
De peito ralado, por um grande amor  
Amargo é não ter sabedoria
Para cortejar um coração.

Mas se o tal visse bailando 
Seus trejeitos pediria:
 Volta!
Consola esse coração
Que só por ti palpita

   Mas de súbito!

Atina-se para o palco
  Oh!  
Um
 cisne no lago 
 Alvacentas plumas
  Imensa saudade
Desconsolado, estremecido
 Ferido...

 
  
QUINHASSILVA
Enviado por QUINHASSILVA em 29/03/2015
Alterado em 06/07/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras